Telefone (11) 3875-1424 | contato@masternursing.com.br

Cuidador de idosos ou Enfermeiro domiciliar: Qual escolher?

Com as muitas obrigações e uma rotina cada vez mais apertada, muitas famílias buscam 2 tipos de profissionais para garantirem a saúde e o bem-estar dos entes queridos: o Cuidador de idosos e o enfermeiro domiciliar. Quando isso acontece, a qualidade de vida de quem precisa de ajuda, bem como da própria família, aumenta consideravelmente.

Esses profissionais são muito importantes, especialmente para aquelas famílias que têm alguém com alguma doença limitante. Porém, é nesse momento que surge uma dúvida muito comum: afinal, é melhor escolher um cuidador de idosos ou um enfermeiro domiciliar? Qual deles é relacionado ao atendimento home care?

Para ajudá-lo a compreender melhor a diferença entre um e outro e a identificar qual deles é o mais indicado para cada situação, preparamos este artigo com os principais detalhes que você precisa saber. Acompanhe e boa leitura!

O que faz um cuidador de idosos?

As funções atribuídas ao cuidador de idosos não são as mesmas para todos os profissionais. Elas variam de acordo com o estilo de vida do idoso, suas necessidades e seu estado de saúde. De qualquer maneira, há algumas atribuições que estão presentes na maioria das situações. Veja quais são elas:

  • Ajudar o idoso nos cuidados com a higiene pessoal – banho, escovação dos dentes, troca de fraldas etc.;
  • Servir de companhia para o idoso em atividades simples, mas úteis para o bem-estar como, por exemplo, tomar sol, caminhar, realizar atividades manuais, entre outras;
  • Ministrar os medicamentos necessários, ficando atento à dosagem correta e às orientações dadas pelo médico;
  • Auxiliar o idoso em atividades domésticas, o que inclui preparar e ajudar a se alimentar;
  • Ajudar o idoso a manter o máximo possível sua autonomia;
  • Manter a organização do ambiente onde o idoso se encontra, especialmente visando à prevenção de acidentes.

Portanto, um cuidador de idosos tem como objetivo principal promover o bem-estar do idoso de uma maneira geral, ficando sempre atento para que ele esteja devidamente medicado, alimentado e confortável.

Para atuar como cuidador de idosos, o profissional precisa contar com uma série de habilidades. Por exemplo, entender de dosagens de medicamentos, realizar primeiros socorros e ter disposição física, pois, não raro, terá que servir de suporte para que o idoso realize algumas atividades.

Com isso, podemos sintetizar as funções e vantagens dos serviços de um cuidador nos seguintes pontos:

  • O idoso tem um profissional que pode direcionar toda a atenção aos seus cuidados;
  • A qualidade de vida do idoso e da família melhora;
  • A família tem um apoio em caso de alguma emergência com a saúde do idoso;
  • O profissional ajuda a garantir o uso correto da medicação;
  • É um profissional com conhecimentos sobre os atendimentos básicos;
  • O idoso tem mais interação social tanto com o próprio cuidador quanto com outras pessoas.

O que faz um enfermeiro domiciliar?

É importante abordamos esse tema aqui para evitar possíveis interpretações erradas. Nos últimos anos tem crescido o número de pessoas que tem aderido à internação domiciliar, tendo em vista o objetivo de oferecer mais qualidade de vida e uma assistência médica menos incômoda ao paciente.

Isso é resultado de um maior entendimento sobre como o setor funciona e qual a sua relevância para determinados tipos de casos.

É nessa situação que surge o papel do enfermeiro domiciliar. Geralmente, esse tipo de assistência está ligada à implantação dos serviços home care. Além disso, existem situações em que essa modalidade de atendimento é oferecida em caráter preventivo para determinados grupos de pessoas.

O enfermeiro domiciliar, devido à sua própria bagagem de conhecimentos, é capacitado para a realização dos cuidados diários que envolvem o tratamento do paciente como, por exemplo, acompanhar o quadro de saúde do idoso, ministrar injeções e desenvolver ações de prevenção e reabilitação.

Lembrando que dentro do serviço de enfermagem domiciliar ainda temos outros dois tipos de profissionais que também podem ajudar quando o assunto são cuidados na saúde:

Técnico de enfermagem: pode atuar em ações de média e alta complexidade sob a supervisão de um enfermeiro credenciado – esterilização, coleta de materiais, dosagem de medicamentos. Esse profissional precisa ter curso específico na área.

Auxiliar de enfermagem: esse profissional desenvolve suas ações sendo supervisionado pelo técnico e pelo enfermeiro. Pode realizar curativos, cuidar da higienização, aplicar vacinas, ministrar medicamentos, entre outros. Também requer curso específico na área.

Sendo assim, as vantagens de contar com os serviços de um enfermeiro domiciliar podem ser distribuídas nos seguintes pontos:

  • Ajudar a evitar complicações clínicas ou uma nova internação hospitalar;
  • Poder contribuir para o reestabelecimento do paciente de forma mais eficaz;
  • Saber lidar com equipamentos médicos, medicamentos e materiais;
  • Conseguir oferecer um atendimento mais humanizado e personalizado, uma vez que o paciente é atendido em sua residência.

O que é e como funciona o home care?

A situação mais recorrente é que o atendimento home care seja uma recomendação do próprio médico responsável pelo idoso.

Geralmente, ele é sugerido nos casos em que a pessoa não precisa de cuidados específicos que apenas os hospitais oferecem, mas, que ainda é dependente de alguns recursos médicos que poderiam ser transferidos do hospital para a casa do paciente.

Legislação home care

Enquanto o cuidador de idosos está ligado a atividades mais básicas, o enfermeiro domiciliar atua de forma mais profunda, até porque suas funções estão relacionadas ao atendimento home care.

Sobre esse modelo de atendimento é interessante observar que ele tem uma legislação específica, a qual as empresas que atuam no setor precisam seguir.

Nesse caso, são três os pilares legislativos:

É essa legislação que dispõe e determina quais são as categorias ou especialidades de profissionais que deverão constituir a equipe de atendimento multidisciplinar do serviço home care.

Além disso, também é nessa legislação que temos informações sobre quais os tipos de empresa home care e o que elas devem atender a fim de cumprir os princípios desse modelo de atendimento.

Por que saber disso é importante? Simples. Muitas pessoas que têm dúvidas sobre esse tipo de atendimento ficam receosas e até acham, de forma errada, que tudo é feito como a empresa bem entender.

Como vimos, isso não é verdade. Há dispositivos legais que servem para a regulamentação e, dessa forma, oferecem a garantia de segurança para os usuários.

Atendimento home care: Profissionais envolvidos

Observamos que o atendimento home care conta com uma equipe composta por vários profissionais. Mas, quais são eles? Além do enfermeiro domiciliar e de acordo com as necessidades do paciente, a equipe pode contar também com:

  • Psicólogos;
  • Psiquiatras;
  • Dentistas;
  • Fisioterapeutas;
  • Nutricionistas;
  • Terapeuta ocupacional, entre vários outros.

Cuidador de idosos e enfermeiro domiciliar:  Qual a melhor opção?

Conhecidas as principais atribuições do cuidador de idosos e do enfermeiro domiciliar, além das principais características do serviço home care, é hora de avaliar qual é a melhor opção.

O ponto chave é que não é possível saber isso sem que antes a situação do idoso tenha sido analisada. Ou seja, a escolha por esse ou aquele profissional está diretamente relacionada às demandas do paciente.

A atuação desses dois profissionais terem diferenças significativas.

Podemos dizer da seguinte forma:

Um médico deve determinar as necessidades de cuidados do idoso. E se houver uma patologia que requeira serviços de enfermagem, o home care é o indicado.

Sendo assim, com a ajuda desses profissionais, o responsável pelo idoso terá mais tempo para sua rotina enquanto o idoso recebe um atendimento completo para suas necessidades.

Nem sempre a família e o próprio idoso se mostram receptivos a essas alternativas de cuidados, entretanto, vale relembrar todos os benefícios para ele e para a família. São recursos muito interessantes e, em alguns casos, fundamentais para a garantia da saúde, recuperação e autonomia daquele que está sob cuidados.

Como contratar enfermagem domiciliar

Aqui cabe uma observação muito importante: se a situação do idoso indicar que há a necessidade da contratação de um serviço home care, é preciso ter muita atenção na escolha da empresa.

Alguns pontos que podem ajudar no processo de decisão e a diminuir a insegurança são: avaliar o que dizem da empresa no mercado, ver quanto tempo ela existe, quais os tipos de serviços que são oferecidos, como é feito o acompanhamento do idoso, se ela tem as certificações do setor e, ainda, se os profissionais envolvidos são altamente capacitados.

Em 2019 a Master Nursing completou 25 anos de experiência em home care, e é uma das principais referencias do setor. Entre em contato conosco para solicitar uma avaliação.

E agora, ficou mais fácil de entender as diferenças entre cuidador de idosos e enfermeiro domiciliar? Quer ajudar seus amigos e familiares? Então, aproveite para compartilhar esse post em suas redes sociais preferidas!

 


Home Care