Idoso hidratado no verão: Dicas simples de como mantê-lo assimMaster Nursing

Telefone (11) 3875-1424 | contato@masternursing.com.br

Como manter o idoso hidratado no verão com dicas simples?

Idoso hidratado

Não manter o idoso hidratado no verão é extremamente perigoso e pode se agravar no verão, devido ao calor.

É importante evitar ao máximo o problema, até porque nos últimos anos cada vez mais pessoas da terceira idade tem sofrido com o clima quente aliado a falta de hidratação.

A seguir estão as complicações mais comuns ocasionadas pela falta de líquidos no organismo:

  • Cálculo renal (Pedra no rim);
  • Coágulos sanguíneos;
  • Desmaios;
  • Mudança repentina de pulsação;
  • Pressão arterial reduzida.

Em casos mais graves, a desidratação pode levar uma pessoa a óbito.

Existem algumas dicas básicas para evitar a desidratação no idoso e garantir que ele curta o verão da melhor forma possível:

1. A hidratação vai além da água

Uma pessoa não precisa se hidratar apenas com água. Qualquer bebida que seja natural e com pouca adição de açúcar serve.

Café, chá e sucos de frutas surgem como alternativas.

Para aqueles que sofrem de diabetes, experimente usar sopa quente ou caldos.

Os alimentos ricos em água, como frutas frescas, vegetais e alguns produtos lácteos, também ajudam na obtenção de água.

2. Água acessível mantém o idoso hidratado

Uma das principais causas da desidratação em um idoso acontece por conta do esquecimento, ou seja, eles simplesmente esquecem de ingerir líquidos.

Coloque um jarro com água e um copo próximo ao sofá, a cama ou qualquer lugar em que o idoso passe a maior parte de seu tempo.

3. Fique alerta aos primeiros sinais de desidratação

Os familiares ou especialistas em cuidados domiciliares precisam ficar alertas aos primeiros sinais de desidratação.

Os sintomas incluem fadiga, tontura, sede, urina escura, dores de cabeça, boca seca, pele seca e cólicas.

Por que é importante manter o idoso hidratado?

Além de evitar os problemas de desidratação, ingerir líquidos de forma correta garante ao idoso uma série de benefícios. Entre eles:

Melhora o metabolismo: Enquanto as pessoas mais jovens são capazes de regular o equilíbrio hídrico, os idosos em geral não conseguem. Isso pode comprometer a função intestinal e reduzir a imunidade.

A hidratação é essencial para a saúde digestiva. Idosos que enfrentam problemas como, constipação ou desconforto digestivo devem garantir uma boa quantidade de ingestão de líquidos diariamente.

Fortalece a saúde mental: Assim como o corpo, boa parte do cérebro também é composta por água.

As funções cognitivas são aprimoradas quando as células cerebrais recebem a quantidade apropriada de hidratação, ou seja, hidratar-se evita que um idoso sofra de confusão mental.

Previne a continência urinária: Ao contrário do que a maioria pensa, diminuir a ingestão de água pode agravar o problema de incontinência urinária, causando infecções do trato urinário.

O medo da incontinência pode diminuir o desejo do paciente de beber voluntariamente.

Portanto, incentive o idoso a beber mais líquidos durante o dia e menos antes de dormir.

A pessoa responsável por cuidar do idoso precisa incentivá-lo a beber pequenas quantidades de líquidos regularmente, ao invés de beber grandes quantidades de uma só vez.

Neste caso, considere contratar o serviço de um terapeuta ocupacional, ele acompanha a rotina do idoso e garante que ele se hidrate de forma correta.