Telefone (11) 3875-1424 | contato@masternursing.com.br

Mobilidade e envelhecimento: quais são os impactos?

Muitas pessoas conseguem conviver bem com a relação entre mobilidade e envelhecimento.

Envelhecer faz parte da vida, quando alterações fisiológicas produzem mudanças, tais como:

  • alteração da massa muscular,
  • diminuição da força,
  • modificação da densidade óssea,
  • rigidez e menos flexibilidade nas articulações.

Como consequência, surgem as dificuldades na mobilidade, especialmente quando os devidos cuidados não são tomados.

Além disso, o Brasil não é um dos melhores países quando o assunto é infraestrutura urbana, o que também contribui para a desmotivação dos idosos em sair e se movimentarem.

Nesse post, apresentamos a relação entre mobilidade e envelhecimento, e o que fazer para ter uma vida feliz e ativa. Continue lendo e saiba mais a respeito desse importante assunto!

Qual é a relação entre mobilidade e envelhecimento?

Um dos entraves percebidos entre mobilidade e envelhecimento está nas dificuldades encontradas nas cidades, onde, infelizmente, a infraestrutura não colabora para que as pessoas possam se movimentar, especialmente:

  • cegos,
  • cadeirantes,
  • mães com carrinhos de bebê,
  • deficientes físicos,
  • idosos.

As calçadas, na maioria das vias públicas, são “armadilhas”, que podem levar as pessoas a quedas, gerando sérias sequelas.

Uma pesquisa realizada pelo Portal Mobilize Brasil apresentou dados que demonstram a insatisfação da população brasileira com relação às calçadas, onde a nota média apontada pelos entrevistados ficou em 5,71.

Por outro lado, a tecnologia vem ganhando espaço e possibilitando grandes avanços no apoio à mobilidade.

Equipamentos no interior das casas, edifícios e shoppings contribuem para que a mobilidade nesses ambientes seja facilitada, onde:

  • sensores abrem portas automaticamente,
  • rampas e escadas rolantes desempenham papel fundamental para a acessibilidade
  • Apps possibilitam a comunicação.

Como manter a mobilidade?

Com relação ao aspecto físico, a mobilidade e envelhecimento podem andar paralelamente, desde que algumas providências sejam tomadas.

A prevenção e os cuidados com a mente e corpo são essenciais para promover a capacidade de movimentar-se, onde as seguintes ações precisam ser priorizadas:

Faça exercícios

Os exercícios diários são fundamentais para a manutenção da massa muscular, portanto, trabalhe a resistência e a força.

Além disso, os exercícios ajudam a manter o peso e evitar a obesidade na terceira idade.

No entanto, é importante verificar quais são os recomendáveis e que não tragam outros problemas.

Tenha acompanhamento terapêutico

O acompanhamento terapêutico irá ajudá-lo nas escolhas dos melhores exercícios para o fortalecimento do seu corpo.

Contar com um terapeuta ocupacional mantém o indivíduo inserido na sociedade e com qualidade de vida.

Essa terapia traz muitas vantagens, entre as quais se destacam:

  • prevenção de quedas,
  • preservação da saúde mental,
  • autonomia nas atividades diárias,
  • manutenção da autoestima,
  • acompanhamento no conforto do seu lar.

Alimente-se adequadamente

A boa alimentação é essencial para garantir mobilidade e envelhecimento adequados.

É fundamental o consumo diário recomendado de proteínas, indispensável para a manutenção da massa muscular e força.

Os micronutrientes também são importantes no cotidiano, onde as vitaminas C e D precisam fazer parte da dieta, além de minerais, como:

  • magnésio,
  • zinco,
  • cálcio,
  • potássio.

A mobilidade e envelhecimento convivem muito bem, transformando vidas e colaborando com bons momentos, desde que cuidados e prioridades façam parte do cotidiano.

Agora você já sabe que, mesmo com as dificuldades relacionadas à infraestrutura e acessibilidade urbana, é possível promover a mobilidade do corpo com muitas atividades saudáveis, portanto, coloque em prática essas dicas.

Deseja saber mais sobre a qualidade de vida no processo de envelhecimento? Fique conosco e leia nosso post que apresenta 6 dicas de livros para ler na terceira idade!


Home Care