Telefone (11) 3875-1424 | contato@masternursing.com.br

O que é fibromialgia e quais os principais sintomas?

O que é fibromialgia e quais os principais sintomas?

A fibromialgia é uma doença que causa dores crônicas e ultrassensibilidade em algumas partes do corpo.

Também conhecida como Síndrome de Fibromialgia ou Síndrome de Joanina Dognini, essa doença ainda é pouco conhecida e pode ser mal diagnosticada ou mal compreendida pela sociedade em geral. 

Há um tempo, inclusive, era debatido se essas dores eram reais ou não, ou ainda se a fonte delas seria psicológica ou física.

Atualmente, já sabemos que essas dores são reais e que podem durar por longos períodos ou pela vida toda.

Se você quer saber mais sobre fibromialgia, os seus principais sintomas, e o seu diagnóstico e prognóstico, continue lendo nosso post!

O que é fibromialgia?

Fibromialgia é uma doença que está diretamente relacionada com dor crônica, principalmente nas articulações, músculos e tendões.

Essa dor é originada por uma alteração da interpretação dos estímulos do sistema nervoso.

A sua causa ainda é desconhecida, mas já se sabe que ela pode ser ocasionada por períodos de estresse ou após um trauma, como acidente de carro ou cirurgias.

No entanto, a doença normalmente se desenvolve sem nenhum motivo aparente, tornando o diagnóstico ainda mais difícil.

De acordo com o National Fibromyalgia Association, a fibromialgia afeta cerca de 3-6% da população mundial e é mais prevalente em mulheres, sendo que 75-90% das pessoas que têm essa doença são desse sexo.

Apesar de não ser considerada hereditária, é comum existirem casos dentro da mesma família, como mãe e filhas.

Quais os principais sintomas da fibromialgia?

O principal sintoma da fibromialgia, como já mencionado, é a dor persistente. 

Também há uma ultrassensibilidade que se espalha pelo corpo inteiro.

Como consequência das dores e da sensibilidade, é comum que o paciente desenvolva depressão, ocorrendo em 50% dos casos.

Outros sintomas são:

  • cansaço físico constante,
  • problemas para dormir,
  • dores de cabeça,
  • falta de disposição,
  • dificuldades para se concentrar,
  • alteração de memória,
  • síndrome do intestino irritável.

É importante ressaltar que apesar das dores persistirem por semanas, meses ou anos, não há nenhum dano permanente nos músculos, tendões ou ligamentos.

Como ela é diagnosticada?

Não existe nenhum exame para diagnosticar a fibromialgia, por isso, o diagnóstico é feito de forma clínica.

O médico, normalmente um reumatologista, faz uma entrevista para saber quais são os principais sintomas do paciente e descarta outros possíveis problemas reumatológicos.

Em geral, os critérios utilizados para o diagnóstico da fibromialgia são:

  • dores constantes no corpo por mais de três meses,
  • no mínimo 11 pontos de dor na musculatura de 18 pré-estabelecidos.

Fonte: WOLFE F, SMYTHE HA, YUNUS MB, BENNETT RM et al. The American College of Rheumatology 1990 Criteria for the Classification of Fibromyalgia

https://www.lilly.com.br/Content/images/Areas_Terapeuticas/figura-1.jpg

Fibromialgia tem cura?

Infelizmente, ainda não existe cura para fibromialgia, mas é possível controlar os sintomas através de medicamentos, exercícios, fisioterapia e terapia.

Cada pessoa apresenta um nível de dor diferente, sendo que para algumas remédios simples resolverão, enquanto para outras será necessário tomar anti-inflamatórios ou corticosteroides.

Por conta disso, não existe uma fórmula única para o tratamento. 

Assim como todas as outras doenças, é essencial contar com o auxílio e acompanhamento de um médico de confiança e de uma equipe interdisciplinar.

Em casos extremos, como em um idoso com dificuldade de locomoção, é recomendado home care, onde o paciente fará fisioterapia acompanhado de um profissional e terá todos os cuidados necessários.

Se você quer saber mais sobre como o home care pode auxiliar pacientes com fibromialgia, entre em contato com a Master Nursing!


Home Care