Telefone (11) 3875-1424 | contato@masternursing.com.br

Principais cuidados para pacientes recém-operados

Recém operados exigem uma atenção especial porque estão fragilizados pela cirurgia que pode ser tanto de grande quanto de pequeno porte, e a tendência é levarem algum tempo para a completa recuperação e restabelecimento do organismo. É essencial para essas pessoas que, ao irem para a casa, tenham um cuidador atento não só às necessidades básicas e de higiene, como também a uma alimentação que pode ter um cardápio especial. E há, também, profissionais específicos que podem cuidar da pessoa como enfermeiros, e também outros com indicações médicas em horários pré-determinados como fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais, que ajudam nessa reabilitação e fazem com que o corpo volte mais rapidamente à sua antiga forma.

Cuidados

Em primeiro lugar, é preciso medir o grau de gravidade da cirurgia. Há pacientes que têm de ficar acamados e necessitam de cuidados durante todas as horas do dia. Seja para a hidratação, como para fazer curativos, tomar todos os remédios na hora certa e fazer o menor esforço possível. São ações que farão toda a diferença não só no sucesso da cirurgia, como também na cicatrização e na melhoria integral do paciente. Nem sempre, com a vida corrida e com os familiares voltados para o trabalho, há uma pessoa que possa se dedicar integralmente. Neste momento, a melhor escolha é pela contratação dos serviços de enfermeiro, profissional que poderá fazer esse acompanhamento, além de ter o discernimento para contatar o médico caso avalie a necessidade.

Terapia ocupacional

Para os recém operados que passarão, durante os primeiros, por dificuldades decorrentes da cirurgia, o melhor a fazer é contratar os serviços de um terapeuta ocupacional. Esse profissional fará um plano de recuperação adequado a real necessidade desse paciente, fazendo com que ele possa retornar, de acordo com o seu estado, às atividades normais e rotineiras. O trabalho da terapia ocupacional acelera o restabelecimento e a retomada da vida, além de proporcionar melhor autoestima ao paciente acamado.

Alimentação

Outro cuidado imprescindível é com a alimentação desse paciente. O melhor a fazer é já sair do hospital com um cardápio adequado, em que o médico vai prescrever quais são as restrições e proibições alimentares. Dependendo do estado do paciente, é preciso consumir alimentos em estado mais líquido ou pastoso e ingerir mais líquidos que o habitual. Talvez alguns produtos fiquem restritos por um bom tempo como os que contêm cafeína, os gasosos, os alcoólicos, e também os gordurosos. Caso seja necessário, pode-se também consultar uma nutricionista para fazer um cardápio variado, mas que esteja de acordo com a prescrição médica. 

Atenção

E o cuidador ou o profissional que estiver com o paciente deve sempre ficar atento a qualquer alteração como febre, dores, cansaço, tosse, feridas, dificuldades na alimentação. Qualquer um desses sintomas merece uma comunicação ao médico para que ele faça uma avaliação do que deve ser feito. Aliás, o ideal é que em todas as consultas do paciente operado, a pessoa que o acompanha esteja presente e atenta a todas as indicações e prescrições do médico para uma rápida recuperação.


Home Care