Telefone (11) 3875-1424 | contato@masternursing.com.br

O que é Síndrome da Fadiga Crônica e qual o tratamento?

O que é Síndrome da Fadiga Crônica e qual o tratamento?

A Síndrome da Fadiga Crônica é mais comum do que se pensa, mas ainda envolve muitas dúvidas em relação a sua origem, diagnóstico e tratamento.

Sentir-se cansado de vez em quando é uma situação bem normal entre todas as pessoas, afinal, às vezes exageramos em alguma atividade e o corpo pede ajuda. 

No entanto, o cansaço excessivo e frequente pode ser sinal de que algo não está bem com a sua saúde. 

Leia nosso post e saiba mais sobre o que é a Síndrome da Fadiga Crônica e qual o tratamento para ela. 

O que é Síndrome da Fadiga Crônica?

A Síndrome da Fadiga Crônica (SFC), ou encefalomielite miálgica, é classificada como uma doença e, como o próprio nome sugere, é caracterizada pela exaustão extrema e persistente. 

Ela atinge milhões de pessoas no mundo inteiro.

A doença faz com que, na maioria das vezes, os pacientes tenham seu tempo de atividades produtivas reduzido, já que eles vivem extremamente cansados, chegando a prejudicar tarefas diárias como tomar banho e vestir-se.

Boa parte do tempo eles passam em repouso, sendo que a recuperação e o retorno da disposição é bem lento.

Quais as causas da Síndrome da Fadiga Crônica?

A SFC já foi motivo de muitas pesquisas e, por algum tempo, era diagnosticada como uma doença psicológica, depois foram sendo atribuídas outras causas, como:

  • infecções,
  • distúrbios endócrinos,
  • doenças cardiovasculares ou respiratórios,
  • fatores psicológicos,
  • depressão,
  • doenças auto-imunes,
  • fibromialgia,
  • entre outras.

Quais são os principais sintomas da SFC?

A principal queixa de quem sofre da Síndrome da Fadiga Crônica é o cansaço excessivo, a princípio sem motivos, a longo prazo. 

Outro sintoma recorrente é que mesmo repousando a pessoa não melhora o seu estado. 

Além disso, o paciente pode apresentar:

  • pensamentos desordenados,
  • perda de memória,
  • dores musculares ou nas articulações,
  • dor de cabeça frequente,
  • dificuldade de concentração,
  • irritabilidade.

Como é feito o diagnóstico?

Não é muito simples fazer o diagnóstico da doença, por isso, ele é clínico e de exclusão.

É realizado um levantamento clínico do paciente e também são realizados exames físicos que ajudam a excluir qualquer dúvida sobre o estado da pessoa, eliminando possibilidades de outras doenças que, por vezes, têm as mesmas características, como:

  • hipotireoidismo, 
  • apneia do sono, 
  • depressão,
  • entre outras.

Existe tratamento para a Síndrome da Fadiga Crônica?

Concluído o diagnóstico, inicia-se o tratamento para amenizar os sintomas, já que a doença, por ora, não tem cura.

Existem várias possibilidades para tratar o paciente com SFC e o ideal é que ele sempre tenha o acompanhamento de um médico na sua rotina diária para auxiliá-lo. 

O paciente precisa, por exemplo, diminuir suas atividades físicas, mas não pode ficar sedentário. 

Toda atividade física deve ser acompanhada de perto por um familiar ou por um serviço home care

O médico poderá ainda prescrever medicamentos para aliviar as dores, alguns orientam também o uso de antidepressivos.

Além disso, as horas adequadas de sono e repouso são fundamentais.

Tratamentos alternativos, como a terapia cognitivo-comportamental, têm papel fundamental no auxílio ao combate dessa síndrome. 

A ioga e a meditação, bem como a inclusão do paciente em grupos de apoio para pessoas com SFC, também podem contribuir para a sua rotina.

Na maioria das vezes, a enfermagem domiciliar tem papel fundamental no tratamento, uma vez que o paciente precisa de acompanhamento constante e cuidados profissionais especializados.

Agora que você sabe o que é Síndrome da Fadiga Crônica, entre em contato com a Master Nursing e saiba como podemos ajudá-lo nesse sentido.


Home Care