Telefone (11) 3875-1424 | contato@masternursing.com.br

Síndrome de Burnout: quando seu corpo se sente sobrecarregado

Síndrome de Burnout: quando seu corpo se sente sobrecarregado

A Organização Mundial de Saúde passou a incluir a Síndrome de Burnout na sua 11ª revisão da Classificação Internacional de Doenças, CID. 

A doença acontece por exaustão completa, tanto física como mental, e está levando profissionais de vários segmentos ao afastamento de suas atividades.

De acordo com a estimativa da Isma-BR, International Stress Management Association, 30% dos 100 milhões dos profissionais trabalhadores do Brasil sofrem dessa síndrome. 

Com o acúmulo de funções, a falta de tempo e o estresse do cotidiano, a tendência é que esse número aumente.

Quer saber mais sobre ela? Continue lendo nosso post.

O que é Síndrome de Burnout?

A Síndrome de Burnout é definida como a doença resultante do estresse crônico que não foi bem gerenciado no ambiente profissional. 

Ela é caracterizada como um distúrbio psíquico que é causado pela completa exaustão física e mental resultantes de:

  • estresse excessivo, 
  • alta tensão emocional,
  • excesso de trabalho.

Geralmente ela está relacionada à vida corporativa, por isso, também é conhecida como síndrome do esgotamento profissional, mas, geralmente, também afeta a vida pessoal do indivíduo.

Entre os profissionais que mais correm o risco de desenvolver essa doença estão os das áreas:

  • educação, 
  • saúde, 
  • assistência social,
  • financeira,
  • recursos humanos, 
  • agentes penitenciários, 
  • bombeiros, 
  • policiais,
  • mulheres que enfrentam dupla jornada.

Algumas vezes a síndrome pode estar associada às relações interpessoais abusivas.

Quais são os principais sintomas?

A exaustão é considerada o sintoma central da Síndrome de Burnout que pode ser representada por mudanças no seu comportamento, como:

  • agressividade,
  • irritabilidade,
  • isolamento,
  • dificuldade de concentração e lapsos de memória,
  • ansiedade,
  • depressão,
  • pensamentos negativos,
  • baixa autoestima,
  • dificuldades para dormir,
  • mudanças bruscas e repentinas no humor.

Além dessas mudanças de comportamento, a pessoa também pode apresentar sintomas físicos, entre eles:

  • dor de cabeça ou enxaqueca,
  • fadiga extrema,
  • palpitação,
  • dores musculares,
  • pressão alta,
  • crises de asma, 
  • problemas gastrintestinais,
  • sudorese.

Como lidar com a Síndrome de Burnout

Ao reconhecer os sintomas é importante avaliar o quanto as condições de trabalho afetam a qualidade de vida e interferem na saúde física e mental.

Feito isso, é preciso buscar alternativas para diminuir o ritmo e promover um estilo de vida mais saudável.

Algumas formas de lidar com a Síndrome de Burnout são:

Aposte em exercícios de relaxamento

Procure inserir na sua rotina exercícios que promovam o relaxamento físico e mental. 

Muitas pessoas conseguem isso através de atividades físicas como nadar, pedalar, caminhar, dançar etc. 

Outras buscam nas técnicas orientais essa oportunidade. 

Meditação, Ioga, Tai Chi Chuan e acupuntura são algumas das terapias que auxiliam no relaxamento do corpo e da mente. 

Ao promover o relaxamento, a pessoa também conseguirá dormir melhor, o que é uma excelente fonte de auxílio para vencer o estresse e a exaustão.

Procure a ajuda de um especialista

Ao sentir em completa exaustão, ou preferencialmente antes disso, procure ajuda de um profissional, tanto o médico, psicólogo ou psiquiatra podem ajudar. 

Algumas vezes as terapias são suficientes, outras há necessidade de medicamentos para tratar todos os sintomas. 

O importante é sempre contar com a ajuda e orientação de um profissional. 

Não deixe de avaliar a possibilidade de inserir na sua rotina atividades que dão mais prazer e promovem bem-estar para você e sua família. 

Se for preciso, mude o estilo de vida e repense suas prioridades pessoais e profissionais. 

Agora que você conhece um pouco mais sobre a Síndrome de Burnout, que tal seguir a Master Nursing no Facebook para mais dicas de saúde?


Home Care