Telefone (11) 3875-1424 | contato@masternursing.com.br

Solidão X saúde do idoso: qual a relação?

Solidão X saúde do idoso: qual a relação?

Sentimentos e sensações também afetam a saúde do idoso. Entre eles está a solidão, mal que acomete de forma geral a terceira idade.

A socialização é uma necessidade do ser humano em todas as fases da sua vida desde o momento que ele nasce. Isso significa que se relacionar com outras pessoas é essencial para o bem-estar psíquico e físico.

Em especial, à medida que a idade avança, é comum vivenciar a saída dos filhos de casa, a chegada da aposentadoria e o afastamento do ambiente de trabalho, limitações físicas e a morte do cônjuge e de amigos. 

Em meio a essas situações é comum o sentimento de solidão, que se não for bem administrado interfere na saúde física e mental.

Quer saber como acontece essa relação? Continue a leitura.

Como a solidão afeta a saúde do idoso?

Primeiro, é preciso esclarecer que o fato de uma pessoa idosa morar sozinha não significa que ela se sinta só. 

Ela pode, por exemplo, estar em constante contato com os familiares, passear, viajar, ser muito ativa na sua comunidade, frequentar grupos de convivência, trabalhar como voluntário em organizações e sentir-se rodeada de amigos e gente querida. 

O sentimento de solidão é algo muito íntimo de cada ser humano e o perigo está quando a pessoa se isola, sente-se desamparada e é invadida pela tristeza. Essas condições tendem a afetar a saúde do idoso.

De forma geral, a idade favorece Alzheimer, Parkinson e demência. Sentir-se só pode potencializar todas essas condições, além de aumentar os riscos dos transtornos de ansiedade e depressão.

Segundo um estudo publicado no Journals Plos Medicine, quem possui acima de 60 anos e tem uma vida social reduz em 12% os riscos de demências.

Os reflexos da solidão na saúde física

O isolamento social e o sentimento de solidão afetam de várias formas a saúde do idoso, causando tristeza, dor e estresse.

Por exemplo, pesquisadores da New King’s College de Londres identificaram uma ligação entre esse sentimento e o desenvolvimento de diabetes tipo 2 nas pessoas com mais de 50 anos. 

A situação está associada à maior produção de cortisol, o hormônio do estresse, que pode também afetar a pressão arterial, favorecer doenças cardíacas e processos inflamatórios, como a artrite. 

A ansiedade e a tristeza, bem como o isolamento, afetam o sono do idoso.

O que fazer para evitar a solidão dos idosos? 

Geralmente, a solidão afeta e muito a saúde do idoso, mas seus efeitos podem ser reduzidos e até evitados. 

A primeira alternativa é receber ou realizar visitas para passar bons momentos ao lado de familiares e amigos.

Viajar e passear também são formas de lazer, descontração e uma ótima maneira de conhecer novas pessoas.

Outro jeito de acabar com a saudade é promover encontros entre familiares e amigos, mesmo que sejam virtuais, através das redes sociais

Os grupos de convivência são excelentes para promover a socialização, distração, construir novas amizades e vivenciar bons momentos. 

A prática de atividade física é uma forma de se relacionar. Caminhar pelas praças do bairro ou mesmo frequentar a academia também é uma excelente oportunidade de promover o bem-estar e abrir possibilidades para novas amizades.

Participar de grupos de estudos, canto, coral e trabalhos manuais são excelentes alternativas para produzir, aprender, sentir-se útil e estar perto de pessoas. 

Agora que você compreendeu a relação entre solidão e a saúde do idoso, que tal continuar a leitura para saber como lidar com a saudade?


Home Care