Telefone (11) 3875-1424 | contato@masternursing.com.br

Insônia: Dicas para ajudar ao idoso a não ter problemas

idoso

A insônia é mais comum nos idosos do que em jovens. Ela atinge um grande número de pessoas e se tornou problema de saúde pública. Noites mal dormidas podem causar complicações físicas e psicológicas.

 

Por vezes, a qualidade no sono é relacionada a quantidade de horas que se dorme durante a noite, mas o que define realmente isso é o estado em que a pessoa acorda no dia seguinte. Pacientes que sofrem de insônia ficam cansados, sonolentos, mal-humorados e indispostos.

Quando se torna um problema crônico, causa depressão, falta de memória, dificuldade de concentração e sentimento de insatisfação constante.

 

Idosos

 

O idoso sofre mais com a insônia porque nessa fase da vida seu relógio biológico se altera. Ruídos e pequenos barulhos podem acordar mais facilmente pessoas da 3ª idade. Outro fator que influencia diretamente na falta de sono a noite é o excesso de cochilos ao longo do dia e o sedentarismo. Normalmente quando o tempo passa, a tendência é que a pessoa fique menos ativa fisicamente e socialmente.

 

Algumas questões biológicas como aumento de próstata no homem idoso, fazendo com que ele precise urinar com mais frequência e sintomas da menopausa nas mulheres, em ambos os casos, são perturbadores e podem atrapalhar na qualidade do sono.

 

Tratamento de insônia na 3ª idade

 

O que fazer:

 

  • Faça atividades físicas durante o dia;
  • Consuma alimentos que ajudam a promover o sono, como banana, kiwi, leite, aveia, chá de camomila e/ou maracujá;
  • Durma e acorde sempre no mesmo horário
  • Faça refeições leves no jantar

 

O que não fazer:

 

  • Evite usar remédios para dormir, mesmo que no começo funcione, pode trazer uma série de efeitos colaterais e dependência cada vez maior para fazer efeito com o passar do tempo;
  • Não fumar;
  • Evite consumo de café, chá preto, refrigerante e bebidas alcoólicas. Apesar de dar sonolência, o álcool piora a qualidade do sono;
  • Não faça exercícios físicos próximo a hora de dormir;
  • Fique longe de aparelhos eletrônicos ou alta luminosidade quando for se deitar, largue o hábito de começar a dormir na sala e depois ir para o quarto.

Ainda, é importante destacar que existem 3 causas principais para alguém sofrer de insônia, são elas: preocupações, excesso de estímulo antes de dormir ou efeito colateral de algum medicamento. Contudo nos idosos esse mal pode ser causado também por doenças crônicas, como insuficiência cardíaca ou diabetes. Em casos mais específicos, problemas de depressão, demência e ansiedade influenciam no desenvolvimento dos sintomas.

 

Cada ocorrência deve ser encaminhada para um profissional de saúde, só ele pode diagnosticar a melhor forma de tratamento específico. No caso de prevenção, manter os bons hábitos de sono descritos anteriormente é a melhor escolha.

 

Se no começo for difícil, fale com a Master Nursing, a gente ajuda você.