Telefone (11) 3875-1424 | contato@masternursing.com.br

Cuidados com exercícios em casa

Todo mundo sabe a importância dos exercícios para as pessoas: além de aumentar a saúde e qualidade de vida, é responsável por prevenir doenças, aumentar a auto-estima, trazer disposição, energia e bem-estar para quem o pratica.

Mas, antes de praticar qualquer exercício em casa, é preciso tomar cuidado para as seguintes recomendações, para que não ocorram problemas ou acidentes:

#1 Consulte um profissional

Antes de tudo, é importante saber que não é recomendado exercitar-se sem o monitoramento e acompanhamento de um profissional, seja ele fisioterapeuta, educador físico, personal trainer, cardiologista ou outro.

Isso porque é necessário saber o que o seu corpo precisa e quais exercícios são mais recomendados para conquistar esses objetivos, e só um médico ou profissional de educação física saberá reconhecer as necessidades do seu corpo e indicar as melhores opções.

#2 Não faça exercícios sem acompanhamento

Apesar de existir muito conteúdo na internet de exercícios e podermos reproduzir o que aprendemos em academias, fazer exercícios sem acompanhamento de profissionais é altamente perigoso.

O acompanhamento desses profissionais da saúde ou com conhecimentos específicos sobre a prática de exercícios é essencial pois podem nos corrigir quando estivermos com a postura incorreta, praticando muito intensamente, muito rapidamente ou realizando o exercício de uma forma que possa ser prejudicial a saúde.

#3 Cuidado com a frequencia e intensidade dos exercícios

Apesar de os exercícios trazerem inúmeros benefícios para quem o pratica, tudo em excesso faz mal. É preciso tomar cuidado com o seu corpo e não ultrapassar as frequências e intensidades recomendadas por profissionais.

Isso impede que você tenha problemas como fadiga, distensão de músculos, fraturas, quedas, acidentes e outras consequências que podem desencadear problemas mais graves.

#4 Não pratique exercícios em jejum

É comum que as pessoas pensem que não comer antes de praticar exercícios pode ajudar a emagrecer, já que queimaria as calorias já existentes, mas essa é uma prática perigosa.

Se o jejum durar muitas horas, somado a prática de exercícios intensos ou não, o organismo fica fatigado com mais facilidade, pode haver queda da pressão sanguínea, fraqueza e até mesmo desmaio.

#5 Conheça seus limites

Muitas pessoas acham que aumentar a frequência ou intensidade pode trazer os resultados que esperam mais rapidamente, ou que praticar os exercícios rapidamente ou mais intensamente ou de qualquer forma poupam o seu tempo nas atividades, mas é preciso conhecer os seus limites.

As indicações de velocidade, frequência e intensidade servem para poupar o corpo de desgastes desnecessários, evitando problemas como os citados no item #3. Conhecer seus limites e parar quando o corpo não aguentar é absolutamente necessário.

#6 Alimentar-se de forma balanceada e hidratar-se

O corpo precisa estar forte para que os exercícios auxiliem na manutenção da saúde e do bom funcionamento do organismo, senão resultado pode ser justamente o efeito contrário.

Para isso, é necessário que o indivíduo se alimente bem, de forma balanceada, evitando alimentos e hábitos prejudiciais a saúde, realizando pelo menos 4 refeições por dia e ingerindo pelo menos 2 litros de água por dia.

Isso garantirá um melhor funcionamento do organismo, mais saúde e disposição para as atividades e poderá evitar problemas durante a prática de exercícios.

#7 Alongar-se antes de qualquer exercício

Se você costuma praticar exercícios em casa, não se esqueça de alongar-se sempre. O alongamento é essencial para colocar os músculos em ativa, estimular a circulação sanguínea, evitar cãimbras e preparar o corpo para atividades mais intensas, prevenindo problemas como distensões musculares, fraturas e acidentes.

Precisa de profissionais qualificados para ajudá-lo em seus exercícios?
Conheça sobre nossos serviços de
fisioterapia e saiba mais!


Home Care