Telefone (11) 3875-1424 | contato@masternursing.com.br

Quais são os benefícios da meditação na terceira idade?

Incentivar a prática da meditação na terceira idade é investir em promover mais saúde física e mental para os idosos. 

Considerada de origem milenar, quando realizada com regularidade traz inúmeros benefícios para pessoas de todas as idades. 

Pode ser considerada uma espécie de ginástica que não exige esforço físico, nem muito tempo do praticante e que trabalha a respiração, concentração e postura.

Quer saber quais são os benefícios da meditação na terceira idade? Continue lendo nosso post e descubra. 

Por que praticar meditação na terceira idade?

Essa prática consiste em uma variedade de práticas de atenção plena que são benéficas e eficientes para auxiliar a cuidar do corpo e da mente. 

Entre os tipos mais comuns estão a ioga e o tai chi chuan.

Os benefícios seus são:

Redução de estresse

Um dos benefícios da meditação na terceira idade é que ela ajuda a reduzir o nível de estresse

Isso acontece porque ela promove o relaxamento do corpo, o que reduz o cortisol, hormônio muito prejudicial para a saúde.

Sensação de bem-estar

Outra vantagem dessa atividade é que ela promove uma maior sensação de bem-estar aos praticantes. 

A razão disso é que durante a atividade ocorre uma redução da frequência cardíaca mais o relaxamento o que proporciona uma maior irrigação no cérebro. 

Com isso, existe uma maior concentração de dopamina e serotonina, hormônios relacionados à felicidade e satisfação. 

Mais disposição 

Um estudo realizado pela Universidade Federal de São Paulo mostra que os idosos que começaram a praticar a meditação também se apresentam mais vigorosos. 

A pesquisa apontou que a prática ajuda a:

  • reduzir as dores físicas,
  • melhorar a respiração,
  • regularizar a função intestinal.

Com isso, 62% dos idosos analisados afirmaram se sentirem mais dispostos após iniciarem a prática milenar. 

É importante frisar que também existe uma melhora no sistema imunológico do idoso.

Melhora do sono

Outro estudo publicado no Jama Internal Medicine analisou 49 adultos de meia-idade e idosos que apresentavam insônia, ou problemas para dormir. 

As pessoas foram divididas em dois grupos, um deles realizava meditação e outros exercícios similares e o outro recebia educação para dormir melhor. 

No final do experimento, as que praticaram meditação apresentavam menos insônia, fadiga e depressão

Prevenção do Alzheimer

A meditação para idosos também ajuda a desenvolver a cognição, auxiliando na prevenção do Alzheimer.

Esse foi o resultado de uma pesquisa publicada no Journal of Alzheimer’s Disease.

Os pesquisadores analisaram 14 pessoas entre 50 e 90 anos diagnosticados com comprometimento cognitivo leve, que foram divididos em dois grupos. 

Um grupo participou por oito semanas de técnicas de ioga e atenção plena, o outro não se submeteu a nada diferente das suas rotinas. 

No final, os que haviam praticado a meditação apresentaram melhoria no relaxamento, bem-estar, mais disposição, menos estresse, inclusive das habilidades cognitivas. 

Mais equilíbrio emocional

O conjunto de todos os benefícios relatados até agora gera outro muito importante, que é o aumento do equilíbrio emocional.

Ao praticá-la, o idoso consegue conquistar a tão desejada paz interior e mais tranquilidade. 

A atividade auxilia no controle mental, o que ajuda de forma significativa o praticante a desviar os pensamentos negativos e a reduzir a ansiedade, o que vai fazer com que ele se sinta mais seguro e sereno. 

Agora que você conferiu quais são os benefícios da meditação na terceira idade, que tal ler sobre: bem-estar na aposentadoria: como se manter ocupado?


Home Care