Telefone (11) 3875-1424 | contato@masternursing.com.br

Afinal, idoso pode doar sangue?

Afinal, idoso pode doar sangue?

Todos aprendemos que doar sangue é um ato de amor, no entanto, tal prática é seguida por critérios que visam garantir a proteção do doador e a segurança de quem vai receber.

Infelizmente, também existem muitos mitos e dúvidas a respeito da doação, o que faz com que o número de doadores seja ainda muito reduzido.

Segundo dados do Ministério da Saúde, uma única doação pode salvar até quatro vidas e o órgão também informa que apenas 1,8% da população doa sangue regularmente no Brasil.

O número está um pouco abaixo do parâmetro mínimo definido pela OMS, que é de 2%, e precisa ser melhorado, já que, em especial em épocas como do final do ano até o carnaval, esse índice chega a cair até 30%, comprometendo todo o abastecimento dos hemocentros.

Uma das principais dúvidas sobre o assunto é se idoso pode ou não doar sangue. Continue a leitura e descubra se ele pode ou não ser doador.

Quem pode doar sangue?

O sangue é insubstituível e sem ele não há possibilidade de viver, por isso a doação salva vidas.

Como já falamos, do final do ano até o término do carnaval as doações reduzem significativamente no Brasil.

Especialmente nos primeiros meses de 2022, também houve queda nos volumes e isso aconteceu em virtude da disseminação da variante do coronavírus, ômicron, e o vírus H3N2, da gripe.

Para quem tem dúvida se idoso pode doar sangue, o Ministério da Saúde orienta que todas as pessoas entre 16 e 69 anos podem ser doadores, desde que:

  • estejam em boas condições de saúde,
  • tenham peso mínimo de 50 quilos,
  • atendam as regras para a doação.

Regras para a doação de sangue

Dissemos que todas as pessoas em boas condições de saúde que têm entre 16 e 69 podem doar sangue.

No entanto, menores com mais de 16 anos e menos de 18 precisam de autorização dos pais ou responsáveis para serem doadores.

Em relação à terceira idade, as regras para doar sangue são:

  • a primeira doação deve ser feita antes dos 60 anos e ele poderá continuar fazendo até os 69,
  • pessoas com 70 ou mais anos não poderão ser doadoras.

O que pode impedir a doação?

Especialmente falando da população idosa, existem algumas situações que podem impedir a doação de sangue.

Mesmo em bom estado de saúde, caso o idoso esteja fazendo uso de algum medicamento, essa situação é avaliada para então decidir ou não pela doação.

Caso tenha sido submetido a uma transfusão, ou seja, recebeu sangue nos últimos 12 meses, estará impedido de doar. 

Todas as vacinas de imunização do idoso serão avaliadas individualmente e dependendo do tempo que uma ou mais foram ministradas, ou a ausência delas, também podem influenciar na decisão da liberação da doação de sangue ou não.

O controle da pressão arterial também é um quesito para doar sangue. Outro detalhe a ser destacado é o peso. Conforme já dissemos, um doador de sangue não pode apresentar menos que 50 quilos.

De forma geral, são inaptas para doar sangue pessoas que:

  • têm diabetes e fazem uso de insulina,
  • foram submetidas a transplante de órgão ou medula,
  • têm doença auto-imune,
  • tiveram doenças graves relacionadas ao coração, pulmões, rins ou fígado,
  • têm problemas de coagulação sanguínea,
  • teve malária ou é soro positivo.

Agora que você conferiu se idoso pode doar sangue, que tal continuar no nosso blog e ler também sobre a vacinação necessária para a terceira idade? 


Home Care