Telefone (11) 3875-1424 | contato@masternursing.com.br

Quais são os benefícios da relação entre idosos e animais?

Quais são os benefícios da relação entre idosos e animais?

Há muito tempo se fala dos benefícios que a relação entre idosos e animais promove tanto na saúde física como na mental das pessoas de terceira idade.

Muitos profissionais já se utilizam da terapia assistida por animais (TAA) para ajudar principalmente pessoas com problemas de comportamento.

Recentes estudos comprovam a eficácia de um animal de estimação para a saúde física e mental dos mais velhos, principalmente dos que moram sozinhos. 

Nesse post você vai conhecer quais são os benefícios da relação entre animais e idosos. Leia mais!

Por que ter um animal durante a terceira idade?

A terceira idade é marcada por vários desafios e na maioria das vezes o idoso apresenta dificuldades como, por exemplo:

  • aceitar e conviver com as suas limitações físicas,
  • se atualizar e acompanhar a tecnologia,
  • sentimentos de solidão, insegurança e incapacidade,
  • doenças,
  • desrespeito em relação a suas vontades e direitos.

Esse turbilhão de desafios quando não compreendidos pelos familiares pode vir a gerar  isolamento social, depressão e outros quadros incapacitantes.

O animal pode trazer um novo significado e motivação para o idoso que mora em casa, incentivando uma mudança de rotina. 

Confira alguns dos principais benefícios que esta relação pode promover:

Companhia o dia inteiro

Claro que o carinho e a companhia dos netos, filhos e demais familiares é essencial, mas, nos períodos em que eles precisam se ausentar, um cachorro ou um gato em casa fará com que o idoso não se sinta sozinho. 

Não tem como negar que o amor que os animais, principalmente os cachorros, dedicam aos seus donos é muito benéfico para as pessoas de mais idade.

Por isso, ter um cachorro em casa diminui significativamente o sentimento de solidão. 

Exercício físico

Quem tem um cachorro em casa sabe que eles adoram passear e muitos deles só fazem suas necessidades quando estão na rua. 

Isso faz com que o dono se sinta na obrigação de levar o animal para dar uma volta.

Essa rotina vai ajudá-lo a sair de casa, socializar com a vizinhança e acima de tudo a praticar uma caminhada. 

Sabemos que durante um passeio a pé se aumenta a produção da serotonina, neurotransmissor conhecido como hormônio da felicidade. 

Essa substância é muito importante para a saúde mental, ajudando na prevenção e tratamento da depressão, regulando o sono e proporcionando maior bem-estar. 

Melhora na saúde mental

O fato de ter tarefas diárias para realizar com o animal faz com que o dono se sinta mais útil e capaz, o que ajuda a promover uma sensação de felicidade. 

Cachorros adoram brincar e vivem exigindo novas maneiras de se divertir, o que faz com que seus donos precisem sempre estar inventando distrações. Isso ajuda a manter o cérebro saudável e bons pensamentos. 

Outro ponto muito benéfico é que cachorro adora chamar a atenção das pessoas, assim idoso não fique concentrado somente em suas necessidades e dores, sem contar que um animalzinho de estimação traz ânimo e diversão para o seu dono.

Cuidados necessários para idosos e animais conviverem bem 

Muitas pessoas moram sozinhas e conseguem manter sua rotina de alimentação e higiene de forma bem tranquila estando aptas a proceder da mesma maneira com os animais. 

No entanto, alguns deles já não têm essa autonomia e precisam de ajuda também nos cuidados diários com o animal. 

O essencial nessa relação são os momentos de afeto e companhia estabelecidos que são positivos para ambos. 

Você já conhecia os benefícios decorrentes da convivência entre idosos e animais? 

Acesse nosso blog para outros conteúdos sobre bem-estar na terceira idade.


Home Care